Os Segredos do Pit Stop: Parte 1

Segredos Pit Stop: Parte 1

Fala galera, nessa temporada mais uma vez a equipe Williams está sendo destaque nos pit stops. No ano passado fizemos 14 melhores paradas em 21 corridas. Mas nem sempre foi assim, nos meus primeiros 2 anos na equipe Williams, perdíamos muito tempo nas paradas. Depois de muita pesquisa e desenvolvimento em novas peças, diminuímos muito o tempo de parada, conseguimos bater o recorde com o pit stop mais rápido do mundo, em um carro de corrida.

Ocasionalmente, um pit stop pode mudar a história de uma corrida, dando chances de você ganhar ou perder posições na pista. O pit stop moderno é tão sincronizado quanto um balé. São 20 mecânicos que trabalham em harmonia, colocando em prática o que foi treinado incessantemente na fábrica. É fácil perceber que um pit stop foi perfeito através dos cronômetros, porém em 2 segundos é impossível reparar nos mínimos detalhes. Ano passado fizemos uma postagem no Facebook mostrando as funções de cada um dos membros do pit crew e agora vamos falar um pouco sobre os equipamentos utilizados e os equipamentos reserva, caso alguma coisa de errada.

1. Macaco hidráulico dianteiro: Permite que o mecânico levante a frente do carro. Esse macaco é leve e resistente, feito de fibra de carbono. Outra característica é sua base giratória, permitindo que o mecânico se afaste da frente do carro, liberando-o com o apertar de um botão.

2. Placas de marcação: Essas marcações garantem que o piloto alinhe o carro corretamente aos mecânicos. Uma das placas fica presa a luva do mecânico, que a posiciona exatamente onde o pneu frontal deve ficar.

3. Farol: Veio para substituir os famosos pirulitos, tornando-se hoje padrão para as paradas, eles reduzem em frações de segundo o tempo de resposta para a liberação do carro para a pista.

4. Controle do farol: Para que o farol funcione bem, existe um mecânico responsável em dar o sinal verde quando o trabalho estiver concluído. Esse mecânico trabalha conjuntamente com um observador do tráfico, que possui um controle que travar o sinal até que a saída esteja livre. O sinal verde só é liberado quando os dois mecânicos tiverem soltado os botões, isso evita que o time tome punições por soltar o piloto na hora errada.

5. Sensores DHL: A partir do ano de 2015 a DHL passou a cronometrar as paradas de boxes para premiar as equipes com os melhores trabalhos. Implementou um sistema de pontuação, semelhante ao mundial de pilotos, para premiar as equipes com um trabalho de boxes mais constante. Eles instalaram sensores e câmeras de alta velocidade, calibradas perfeitamente, que são capazes de cronometrar com extrema precisão.

6. Cobertores térmicos: Utilizados para manter os pneus na temperatura ideal, para dar mais aderência na saída para a pista. Atualmente os compostos dos pneus ficam na temperatura ideal em torno dos 100°C.

7. Extra pistola hidráulica: Em caso de falha ou emperramento, uma pistola fica posicionada estrategicamente atrás do mecânico. Essas pistolas podem ser calibradas com uma pressão específica. Todas as equipes usam a mesma marca de pistola, porém elas tendem a personalizar, desenvolvendo seus próprios encaixes, em um esforço para acelerar o processo de retirada e colocação das porcas.

8. Porca extra: Caso aconteça algo com a porca, como quebra, perda ou trava o mecânico tem uma porca extra ao seu alcance. Uma curiosidade foi que certa vez, fomos fazer um pit stop para uma campanha publicitária de um patrocinador e percebi que os pit stops estavam sendo mais rápidos que os feitos em corrida. Questionei o meu engenheiro e ele me disse que era devido a temperatura, já que nas corridas o conjunto porca mais eixo aquecem e dilatam. Isso fazia com que eles travassem com facilidade, demorando mais para solta-las. A solução para isso foi criar um novo sistema de travas de segurança que permite utilizar menos pressão para fixá-las.

9. Rádio comunicador: Utilizado para a equipe se comunicar durante todo o final de semana de GP. O rádio é peça fundamental para todas as equipes, sem ele é impossível se comunicar com os mecânicos durante o pit stop. A primeira utilização de sistema rádio aconteceu apenas nos anos 70, Colin Chapman da Lotus, resolveu colocar headphones dentro dos capacetes de seus pilotos para conversar com eles nos boxes. Ligava-se um fio ao capacete do piloto o que permitia trocar rápidas informações e ideias sobre estratégia de corrida.

10. Parafusadeira: Utilizada para ajustes no ângulo da asa dianteira, dando mais ou menos pressão aerodinâmica. Na verdade a asa dianteira é mais importante do que se imagina, pois ela é fundamental para direcionar o fluxo de ar para outras peças do carro, garantindo um bom funcionamento do pacote aerodinâmico.

11. Macaco Traseiro: Macaco utilizado para erguer a traseira do carro, também o coloca no chão com o apertar de um botão. Todos os pontos de engate do macaco traseiro devem ser aprovados pelo departamento técnico da FIA, evitando que esses engates sejam perigosos em caso de colisão traseira.

12. Luva flanela: Utilizada para dar aquela lustrada na asa traseira, tirando qualquer resíduo ou sujeira que atrapalhe na aerodinâmica ou que prejudique a abertura e fechamento da asa móvel.

13. Ferramenta Cross Thread: Nem sempre a pistola hidráulica consegue retirar a porca do eixo, ou porque ela espanou ou travou devido ao calor e detritos. Quando isso acontece os mecânicos tem uma chave especial sempre à mão a “Cross Thread Tool”.

Agora quer ver tudo funcionando perfeitamente de de diversos ângulos, de uma olhada no video do pit mais rápido feito no GP de Baku em 2016.

Valeu galera espero que tenham gostado da matéria em breve falaremos mais sobre os segredos dos pit stops. Aguardo sugestões de matérias nos comentários.

Grande abraço!

Comentários

  1. Oara Varca disse:

    Parabéns à equipe!!!! Sou mega fã!!!!

  2. jesus abuin disse:

    Este tipo de matéria eu gosto muito pois os fãs de F1 são assim sempre ligados em informações dos carros e tecnologias

  3. jesus abuin disse:

    Este tipo de matéria eu gosto muito pois os fãs de F1 curtem o mundo maravilhoso da velocidade

  4. Cláudio disse:

    Show de bola Felipe… Parabéns, torço por você…

  5. Thiago disse:

    Felipe faz uma matéria falando da posição dos piloto dentro do carro ..vlw ..fanzasso seu !!

  6. António Carlos Altiman disse:

    Perfeito. Maravilhoso. Esclarecedor. Obrigado. Vencer.